"Desde 2001, houve 16 finais europeias (Liga dos Campeões e Liga Europa) em que uma equipa espanhola defrontou uma equipa não-espanhola. As equipas espanholas ganharam as 16 finais", refere uma publicação no Twitter sobre o domínio espanhol neste século em finais das competições europeias de clubes (Liga dos Campeões e Taça UEFA/Liga Europa).

Confirma-se?

Desde 2001 (exclusive), disputaram-se 44 finais (incluindo já a da Liga Conferência, na quarta-feira passada). Nestas, os clubes espanhóis ocuparam 24 das 88 vagas. Olhando para a galeria dos vencedores destas provas, verifica-se que houve 20 vitórias castelhanas.

Então, a publicação será falsa, visto que há 24 participações (11 na “Champions” e 13 na Taça UEFA/Liga Europa) e 20 vitórias?

Não. Isto porque, nas últimas 21 épocas, houve quatro finais que puseram em confronto equipas espanholas:

2007

Taça UEFA

Espanhol - Sevilha

2012

Liga Europa

Atl. Madrid – Ath. Bilbao

2014

Liga dos Campeões

Real Madrid – Atl. Madrid

2016

Liga dos Campeões

Real Madrid – Atl. Madrid

Quer tal dizer que, efetivamente, os espanhóis ganharam sempre as finais (16) que disputaram com adversários de outros países: Real Madrid (3) e Barcelona (4) na Liga dos Campeões; Sevilha (5), Atlético de Madrid (2), Villarreal (1) e Valência (1) na Taça UEFA/Liga Europa. As suas maiores "vítimas" são os ingleses (8 ocasiões) e os italianos (3).

Os números globais das equipas espanholas são estes: 24 participações em finais; 20 jogos e 9 Liga dos Campeões e 11 Taça UEFA/Liga Europa conquistadas.

Curiosamente, as equipas espanholas só não estão invictas, este século, em finais contra formações de outros países porque na primeira edição de cada uma das provas (2000/1) conseguiram chegar ao jogo decisivo mas ambas perderam:

Liga dos Campeões

2000/1 

Bayern – Valência 1-1 (5-3 pen.)

Taça UEFA

2000/1

Liverpool – Alavés 5-4 (golo de ouro)

Outra curiosidade é que, nestes 21 anos, sempre que a final se disputou em Espanha (o local é escolhido com antecedência de anos), não teve a participação de clubes espanhóis. Tal sucedeu em quatro edições: Liga dos Campeões (2010 e 2019); Taça UEFA/Liga Europa (2003 e 2022).

O Liverpool tem este sábado a possibilidade de quebrar a força dos clubes espanhóis em finais das competições da UEFA. Foi a penúltima equipa a conseguir fazê-lo em situação similar (em 2001).

Em suma, é verdadeiro que desde 2001 (exclusive) as equipas espanholas nunca perderam uma final da Liga dos Campeões ou Taça UEFA/Liga Europa contra adversários de outros países. Em 16 jogos decisivos.

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.
International Fact-Checking Network