A publicação em causa já acumula cerca de 300 partilhas no Facebook e baseia-se na seguinte mensagem: "2.600 mortos a mais… E a explicação é o calor, diz a TVI. Já a SIC fala no SNS que simplesmente fechou a todas as doenças. A SIC estará doente? Ou ainda não recebeu os 3 milhões para a Comunicação Social-ista?"

Confirma-se que em julho de 2020 morreram mais 2.600 pessoas em Portugal do que em julho de 2019?

Além da mensagem, a publicação mostra uma imagem da primeira página da edição de hoje (dia 4 de agosto) do jornal "Público", com a seguinte manchete: "Foi o julho com mais mortes em 12 anos e Covid-19 só explica 1,5%".

No respetivo artigo, supostamente a fonte de informação da mensagem, indica-se que "no mês passado morreram em Portugal 10.390 pessoas, o valor mais alto registado nos meses de julho em 12 anos. De acordo com os dados recolhidos pelo 'Público' no sistema nacional de Vigilância da Mortalidade (eVM), que regista o número de óbitos diários desde 2009, em julho morreram mais 2.137 pessoas do que em igual período do ano anterior - um crescimento a rondar os 26%".

"Não são efeitos - pelo menos diretos - da Covid-19. Em abril deste ano, o número de pessoas que morreram com SARS-CoV-2 representava quase 8% do total de mortes em todo o país. Já em julho apenas 1,53% dos óbitos (159 do total) se deve à Covid-19. Um valor que coloca a percentagem de mortes provocada pelo novo coronavírus em valores próximos dos que se verificavam em março deste ano, primeiro mês da pandemia", acrescenta-se.

Ou seja, o autor da mensagem extrapola as 2.137 mortes adicionais para 2.600 mortes, reproduzindo assim desinformação.

__________________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Falso: as principais alegações dos conteúdos são factualmente imprecisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Falso" ou "Maioritariamente Falso" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Falso
International Fact-Checking Network