O primeiro jornal português
de Fact-Checking

Em Portugal, no ano de 1922, os automóveis circulavam pela faixa da esquerda?

Sociedade
O que está em causa?
Está a ser partilhado no Facebook um mapa da Europa, sem referência à sua origem, com dados sobre como circulavam os automóveis em cada país no ano de 1922. Em Portugal, segundo esses dados, circulavam pela esquerda, como no Reino Unido e em contraste com a maior parte dos países da Europa. Verdadeiro ou falso?
© Shutterstock

Numa publicação feita no Facebook chama-se a atenção para um mapa que mostra a direção de circulação em vários países em 1922. Ao olhar para a imagem verifica-se que, segundo este, os condutores portugueses circulavam nesse ano pela esquerda contrariamente à maioria dos países que circulava pela direita e alguns, nomeadamente a vizinha Espanha, que tinham uma direção de circulação “mista”.

Este mapa está correto?

Ao analisar a imagem, verifica-se que o mapa tem origem no utilizador Bezzleford da rede social Reddit e foi publicado naquela plataforma pela primeira vez há seis anos, exatamente com a mesma descrição do post de Facebook.

E os factos referentes a Portugal são verdadeiros. O país circulava à esquerda em 1922 e só no dia 1 de junho de 1928 foram instituídas novas regras de circulação que forçaram os condutores portugueses a passar a circular à direita.

Na altura, foram até criados dísticos com a mensagem “Pela Direita” espalhados pelo país de forma a garantir a mudança.

A alteração revolucionário da altura mereceu inclusive a atenção da comunicação social. Nesse dia, o jornal “Diário de Lisboa” informava: “Pela direita, desde manhã, que se anda ao contrário sem prejuízos dignos a registar-se. Agora é que isto se endireitou. Desde as 5 horas da manhã que tudo gira pela direita.”

O jornal apontava ainda que a mudança aconteceu “sem transtorno de maior, a não ser o alarme de que a população se possuiu, por virtude da novidade”.

A passagem da esquerda para a direita começou na capital e ao fim do dia estendeu-se a todo o país, tendo envolvido até uma campanha de sensibilização organizada pelo jornal “Diário de Notícias” com o patrocínio da Vacuum Oil, através de cartazes e faixas afixados por todo o País.

________________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Em destaque