Um dos 12,5 mil membros de um grupo de Facebook dedicado ao uso da bicicleta partilhou uma captura de ecrã de uma publicação do Twitter onde se lê que, na Coreia do Sul, há uma ciclovia inovadora construída no meio de uma autoestrada.

“Na Coreia do Sul, os painéis solares no meio da autoestrada têm uma ciclovia por baixo. Os ciclistas são protegidos do sol, isolados do trânsito, e o país consegue produzir energia limpa”, lê-se no tweet partilhado cuja autoria é atribuída ao político norueguês Erik Solheim.

O tweet é autêntico? E a informação é verdadeira?

O Polígrafo analisou a conta de Erik Solheim e detetou que o tweet citado foi partilhado a 25 de fevereiro deste ano pelo ex-ministro do Ambiente norueguês, sendo acompanhado de um vídeo com uma vista aérea da alegada infraestrutura. Isto é, pode concluir-se que a captura de ecrã da publicação é autêntica.

Quanto à veracidade do conteúdo partilhado por Solheim, uma primeira pesquisa na internet pelas palavras-chave “bicicletas”, “autoestrada”, “Coreia do Sul” e “painéis solares” remete para uma série de artigos de sites da especialidade sobre a existência de uma ciclovia coberta por painéis fotovoltaicos no meio da autoestrada que liga as cidades sul-coreanas de Daejeon e Sejong. Além disso, a mesma pesquisa dá origem a uma notícia publicada num jornal indiano em que se reporta a vontade manifestada por um governante da Índia em construir uma infraestrutura similar à da Coreia do Sul.

O Polígrafo encontrou ainda a origem do vídeo em circulação: uma publicação do perfil oficial do Facebook em inglês para a República da Coreia, denominado "Korea Clickers", partilhada a 23 de março de 2015. Na descrição destas imagens lê-se: “vista aérea da ciclovia entre Daejeon e Sejong." Umas linhas abaixo acrescenta-se que “os painéis solares não apenas geram energia, mas também protegem os ciclistas do sol e da chuva”.

Por fim, ao consultar um relatório do Instituto de Transportes da Coreia do Sul sobre a política de uso da bicicleta como meio de transporte, o Polígrafo detetou uma menção ao projeto intitulado de "via rápida para bicicletas", dado “que os ciclistas podem pedalar continuamente por esse caminho sem serem incomodados por semáforos, calçadas, solavancos ou outros obstáculos”. No mesmo relatório oficial lê-se que “as estruturas fotovoltaicas instaladas sob a forma de uma cobertura servem para aumentar a comodidade do utilizador através da formação de sombras e ajudando os ciclistas a evitar a chuva”.

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.
International Fact-Checking Network