A notícia foi dada pelo site americano “Laughing in Disbelief”, segundo o qual Donald Trump terá proibido a música espanhola “Feliz Navidad”, um dos grandes clássicos do Natal, nos corredores da Casa Branca. O motivo? O facto de a conhecida canção fazer lembrar de “mexicanos e democratas” – e as posições do Presidente americano sobre mexicanos são bem conhecidas.

Trump estaria reunido com a sua equipa na West Wing quando, depois de se ouvir a música “Baby It’s Cold Outside”, os primeiros acordes de “Feliz Navidad” indadiram os corredores, o que provocou a fúria do republicano, que nem quis ouvir o estagiário que lhe terá tentado explicar que a música “Feliz Navidad” tinha sido feita por um cidadão americano chamado José Feliciano. Perante a dúvida de Trump, o seu colaborador ter-lhe-á dito que o autor da música era de Porto Rico.

No artigo refere-se ainda que o governador de Porto Rico já exigiu que Trump desfaça a ordem executiva – uma exigência recusada pelo Presidente dos EUA.

Tendo em conta as posições intolerantes que Donald Trump exibe desde sempre face aos cidadãos mexicanos, foram muitos os leitores do “Laughing in Disbelief” que acreditaram na história, alheando-se do facto de aquele ser um site satírico, como veio a revelar o site americano de fact-checking Snopes.

Em resumo, trata-se de uma história inventada que, como a maioria das fake news mais virais, parte de factos ou de convicções reais, que depois são distorcidos em nome de uma narrativa enviesada.

Avaliação do Polígrafo:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Pimenta na Língua
International Fact-Checking Network