A mensagem é simples: a dívida pública estava a cair desde a década de 1940 (ou de 1930, não é claro no gráfico que, aliás, nem sequer apresenta valores concretos) e voltou a subir logo após o 25 de abril de 1974; em sentido inverso, o PIB estava a aumentar desde a década de 1940 e voltou a baixar logo após o 25 de abril de 1974. Para o autor da publicação, a responsabilidade é do "socialismo" vigente desde a instauração do presente regime democrático.

Começando pela dívida pública, é um facto que em 1974 equivalia a cerca de 14% do PIB, ao passo que em 2020 ficou acima de 130% do PIB. Não há dúvida quanto ao aumento da dívida pública entre 1974 e 2020, quer em percentagem do PIB, quer em valor absoluto.

No que respeita ao PIB, contudo, o gráfico em causa está a reproduzir desinformação.

De acordo com os registos do Instituto Nacional de Estatística (INE), compilados na base de dados Pordata, o PIB per capita saltou de 259,3 euros em 1974 para 20.799,5 euros (valor provisório) em 2019.

O mesmo se aplica ao PIB per capita a preços constantes, verificando-se um aumento significativo entre 1974 (8.611,1 euros) e 2019 (19.780,8 euros). Ou seja, mais do dobro.

Em conclusão, o gráfico do post apresenta dados corretos sobre a dívida pública e dados falsos sobre o PIB, sendo por isso classificado como impreciso ou parcialmente falso.

__________________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Parcialmente falso: as alegações dos conteúdos são uma mistura de factos precisos e imprecisos ou a principal alegação é enganadora ou está incompleta.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Siga-nos na sua rede favorita.
Impreciso
International Fact-Checking Network