"Há cinco anos, eu fui candidata à Presidência da República e, na altura, Ana Gomes até propôs ao seu partido apresentar Maria de Belém como candidata. Portanto, não me apoiou", afirmou ontem Marisa Matias, candidata à Presidência da República apoiada pelo Bloco de Esquerda.

Ana Gomes interveio prontamente, negando a alegação. "Não, eu apoiei Sampaio da Nóvoa", recordou.

"Não, isso foi o apoio, eu estou a dizer a sugestão inicial", retorquiu Marisa Matias. Mas a  antiga eurodeputada do PS voltou a negar: "Não, isso é um erro".

Afinal quem é que tem razão?

Várias notícias de janeiro de 2015 dão conta da sugestão de Ana Gomes, na altura eurodeputada do PS, para que o seu partido apoiasse Maria de Belém, antiga ministra da Saúde, como candidata à Presidência da República nas eleições de 2016. A proposta de Ana Gomes terá sido apresentada durante uma reunião da Comissão Política Nacional do PS e estaria dependente da não candidatura por parte de António Guterres, aventado então como putativo candidato, antes de avançar para a Organização das Nações Unidas (ONU) com sucesso.

De acordo com a Agência Lusa, membros da Comissão Política Nacional do PS terão relatado que, na reunião de 30 de janeiro de 2015, Ana Gomes "defendeu que 40 anos após o 25 de abril de 1974 seria a altura de Portugal ter uma mulher como Presidente da República".

Aliás, a própria Ana Gomes, à saída da referida reunião, afirmou inequivocamente que tinha proposto Maria de Belém como candidata.

"O PS tem excelentes candidatos possíveis, homens e mulheres, e como é altura de Portugal ter uma mulher Presidente da República, sugeri aquela que me parece óbvia, que já foi presidente do partido, Maria de Belém", disse.

Ana Gomes

Não há dúvida de que Ana Gomes sugeriu Maria de Belém como candidata. No entanto, posteriormente, em janeiro de 2016, Ana Gomes seria anunciada como uma das mandatárias da campanha de António Sampaio da Nóvoa, um candidato independente que viria a dividir o eleitorado do PS nas eleições presidenciais de 2016.

Ora, a primeira afirmação de Marisa Matias ainda poderia suscitar a dúvida sobre se se referia apenas a sugerir ou também a apoiar Maria de Belém. Contudo, Marisa Matias especificou logo a seguir que se referia à "sugestão inicial" e, mesmo assim, Ana Gomes voltou a negar, dizendo que "isso é um erro". Na realidade, não é um erro. O facto é que sugeriu mesmo Maria de Belém como candidata apoiada pelo PS, embora depois tenha decidido apoiar Sampaio da Nóvoa.

___________________________________

Avaliação do Polígrafo:

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.