Rui Tavares não considera "ambiciosa" a intenção de aumentar de 2% para 10% o parque público em Portugal. No debate com Rui Rocha, o presidente do Livre argumentou que esta percentagem fica "abaixo do que têm vários países europeus, como os Países Baixos". Confirma-se?

Em Portugal, o parque habitacional público em Portugal corresponde a 2%, como mostram os últimos dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), de 2015, que indicam um total 120 mil fogos de habitação social. Quanto a outros países europeus, mostra o observatório "Housing Europe", no seu mais recente estudo relativo a 2023, que em países como a Áustria, a França, os Países Baixos, a Noruega, a Suécia e a Irlanda do Norte a habitação pública representa mais do que 10% do parque habitacional.

Desde logo a habitação social nos Países Baixos corresponde a 29% de todo o parque: são mais de dois milhões e 300 mil casas casas que têm como proprietário o Estado neerlandês. Na Áustria, bem como na Suécia, 24% de todas as habitações são públicas. Logo depois vem a França, com 17% de parque público, a Noruega, onde 14% das casas são do Estado, e a Irlanda do Norte, com uma percentagem de 13%.

_____________________________

Avaliação do Polígrafo:

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.