O primeiro jornal português
de Fact-Checking

DEBATES 2024. André Ventura: PS apresenta como “grande solução para a habitação” um “aumento de 50€ nas deduções de IRS”

Política
O que está em causa?
Num debate em que comparou insistentemente o programa do PS ao "Melhoral", que "não faz bem nem faz mal, fica tudo igual", o líder do Chega alegou que esse mesmo programa apresenta como "grande solução para a habitação" um "aumento de 50 euros nas deduções de IRS". É verdade?

Já o tinha dito relativamente à corrupção, repetiu no tema da fiscalidade. No debate desta noite contra Pedro Nuno Santos, o líder do Chega considerou que as propostas do PS são “como o ‘Melhoral’, não faz bem nem faz mal, deixa tudo igual“.

No tema da fiscalidade, André Ventura apontou para o exemplo do IRS mas misturado com a habitação. Disse que o programa do PS apresenta como “grande solução para a habitação” um “aumento de 50 euros nas deduções de IRS“.

O adversário, líder do PS, tentou corrigir prontamente, sublinhando que “são 200 euros e não 50 euros”. Mas Ventura insistiu e prosseguiu o discurso para outro exemplo de “Melhoral” no programa do PS.

Quem tinha razão neste ponto?

De facto, no programa do PS referente às eleições legislativas de 2024 (pode consultar aqui) consta uma medida que consiste em “aumentar a despesa dedutível com arrendamento em 50 euros por ano até atingir os 800 em 2028, aliviando as famílias com esta despesa fundamental”.

Ou seja, não é um “aumento de 50 euros”, mas sim quatro aumentos sucessivos de 50 euros entre 2025 e 2028, perfazendo um total de 200 euros de incremento neste tipo de deduções. Pelo que é Pedro Nuno Santos quem tem razão.

Acresce que esta medida está integrada num capítulo sobre a fiscalidade em geral – sob o mote por “uma fiscalidade inteligente e seletiva” -, não sobre a habitação em específico que tem uma série de outras medidas previstas noutro capítulo – sob o mote por “uma habitação digna para todos”.

Em conclusão, Ventura enganou-se no valor do aumento (é de 200 euros em quatro anos, não de 50 euros) e também extrapolou ao afirmar que o PS apresenta essa medida como “grande solução para a habitação”. Nem sequer está no capítulo sobre a habitação do programa eleitoral do PS.

_______________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Fact checks mais recentes