O primeiro jornal português
de Fact-Checking

Crescimento do PIB da Rússia em 2023 superou países do G7 e deverá voltar a superar em 2024?

Internacional
O que está em causa?
Em publicação no Facebook destaca-se um gráfico com dados sobre o crescimento real do Produto Interno Bruto (PIB) da Rússia em 2023 e 2024, superior em percentagem ao registado pelos membros do "Grupo dos Sete" (G7), países mais industrializados do mundo: EUA, Japão, Canadá, França, Itália, Reino Unido e Alemanha. Sim, apesar da guerra na Ucrânia e consequentes sanções económicas impostas ao regime liderado por Vladimir Putin.

“Com a ajuda dos EUA [Estados Unidos da América] e da UE [União Europeia], Rússia a crescer mais que todas as grandes potências do G7. As sanções foram um tiro no pé”, destaca-se num post de 19 de março no Facebook, remetido ao Polígrafo com pedido de verificação de factos.

Apresenta um gráfico com dados sobre o crescimento real do Produto Interno Bruto (PIB) da Rússia nos anos de 2023 e 2024, este último (ainda em curso) com base em estimativas do Fundo Monetário Internacional (FMI). De acordo com esses dados, o crescimento da Rússia é superior em percentagem ao registado pelos membros do “Grupo dos Sete” (G7), países mais industrializados do mundo.

Ao passo que o crescimento do PIB na Rússia chegou a 3% em 2023 e deverá rondar os 2,5% em 2024, países como a França, Itália, Reino Unido e Alemanha nem sequer conseguem superar a fasquia de 1% nesses dois anos. Aliás, a Alemanha entrou mesmo em recessão no ano passado.

Confirma-se que estes dados estão corretos e atualizados. De acordo com a atualização das projeções de crescimento do relatório “World Economic Outlook” do FMI em janeiro de 2024 (pode consultar aqui), a Rússia cresceu 3% em 2023 e deverá continuar a crescer em 2024 e 2025, apesar da prevista desaceleração para 2,6% e 1,1% respetivamente.

Em 2023 e 2024, de facto, é um nível de crescimento superior ao dos países do G7, a saber: EUA, Japão, Canadá, França, Itália, Reino Unido e Alemanha.

Mas em 2025, segundo as projeções do FMI, o crescimento real do PIB da Rússia (estimado em 1,1%) já será menor do que o dos EUA (1,7%), Canadá (2,3%), França (1,7%), Reino Unido (1,6%) e Alemanha (1,6%).

A Itália ficará ao mesmo nível (1,1%) e apenas o Japão (0,8%) permanecerá abaixo do nível de crescimento económico da Rússia.

_________________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Em destaque