É uma publicação em forma de lembrança, remetendo para um Congresso Nacional do PS que se realizou em 2009 e no decurso do qual António Costa - então no cargo de presidente da Câmara Municipal de Lisboa - terá afirmado que "o Bloco de Esquerda é um partido oportunista que parasita a desgraça alheia".

A citação em causa é autêntica ou apócrifa?

De facto, no dia 28 de fevereiro de 2009, em pleno XVI Congresso Nacional do PS, na cidade de Espinho, António Costa discursou perante os militantes socialistas e, no decurso dessa intervenção, afirmou que "o Bloco de Esquerda é um partido oportunista que parasita a desgraça alheia, mas incapaz de assumir os riscos da governação".

Essa citação pode ser confirmada em várias notícias da altura (por exemplo, esta do jornal "Público", ou esta da RTP).

"António Costa classificou hoje, em Espinho, o Bloco de Esquerda de 'parasita', ao justificar a necessidade do PS de pedir a maioria absoluta para governar com estabilidade na próxima legislatura, na apresentação da moção de estratégia ao XVI Congresso do PS cujo primeiro subscritor é José Sócrates, intitulada 'A Força da Mudança'", relatou o jornal "Público".

"Usando como exemplo o caso da Câmara de Lisboa, a que preside, Costa lembrou a ruptura do acordo que o PS tinha com o BE, para demonstrar como o PS não pode 'ter ilusões' sobre a viabilidade de futuros acordos pós-eleitorais", acrescentou.

.

Avaliação do Polígrafo:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro