É mais um retrato da pandemia que está a emocionar as redes sociais, com a seguinte mensagem associada: "Esta foto não é em Itália, nos Estados Unidos, na China ou num sítio qualquer longínquo. É no Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa, em Penafiel. Com profissionais da nossa terra, de Lousada. Pessoas conhecidas, nossas amigas, nossas familiares. Mais do que lhes bater palmas, que merecem sem sombra de dúvida, vamos contribuir com comportamentos responsáveis para evitar que continuem a trabalhar sob pressão, completamente exaustos".

A fotografia, a preto e branco, mostra dois profissionais de saúde, de pé, a darem as mãos a um outro que se encontra de cócoras e aparentemente exausto. O gesto de união e entreajuda, que já foi partilhado milhares de vezes nas redes sociais, toma especial relevância numa altura em que a pandemia de Covid-19 atinge proporções sem precedentes em Portugal e testa os limites do Serviço Nacional de Saúde (SNS) e respetivos trabalhadores.

Noutras publicações da mesma imagem alega-se que foi a vencedora de um concurso de fotografia da Associação Portuguesa dos Enfermeiros Gestores e Liderança (APEGEL), tendo por isso obtido projeção ao nível nacional.

No entanto, tendo em conta que, ao longo dos últimos meses, têm-se multiplicado fotografias deste género nas redes sociais, nem sempre reais ou devidamente contextualizadas, será que este retrato é autêntico e foi captado em Portugal?

O Polígrafo contactou a APEGEL que confirmou as informações veiculadas nas várias publicações no Facebook. "A APEGEL tem um congresso anual, que se realizou agora em outubro, e faz diferentes concursos durante o evento. Este ano decidimos, para além do concurso relacionado com as atividades científicas, fazer um concurso de fotografia que dirigimos a todos os enfermeiros que quisessem participar. A fotografia em causa foi enviada por profissionais do Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa, todos identificados. Acabou por ser a mais votada e, assim, a vencedora".

O retrato tem o seguinte título: "Na missão, a força da união". O presidente da APEGEL, Nelson Guerra, explicou ao Polígrafo que a imagem representa o apoio que existe, e que é necessário, entre profissionais de saúde para suportar a crise pandémica que o país atravessa. Na perspetiva do líder da associação, a fotografia é "pura realidade", até porque "neste momento, um dos profissionais que surge nela está infetado".

Em conclusão, esta imagem que circulas redes sociais, mostrando um enfermeiro de cócoras a ser levantado por outros dois colegas de profissão, é autêntica e foi captada em Portugal, mais precisamente no Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa.

__________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Verdadeiro: as principais alegações do conteúdo são factualmente precisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Verdadeiro" ou "Maioritariamente Verdadeiro" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network