O primeiro jornal português
de Fact-Checking

Contrato público revela oferta de caixa com vinho da Madeira no valor de €3.500 ao Papa?

Sociedade
O que está em causa?
Nas redes sociais continuam a ser divulgados contratos públicos realizados a propósito da visita do Papa Francisco a Portugal, durante as cerimónias da Jornada Mundial da Juventude (JMJ). Desta vez, destaca-se um ajuste direto para a execução de uma caixa para "oferecer uma garrafa de vinho da Madeira ao Papa", no valor de "3.500 euros+IVA". O gasto confirma-se?

O Polígrafo já fez as contas ao dinheiro que foi gasto em contratos pela organização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) 2023 no mês que antecedeu o evento. Mas nas redes sociais continuam a ser reveladas várias aquisições públicas que estão a dar que falar.

Num tweet de 27 de julho, garante-se que foi mandada “fazer uma caixa para oferecer uma garrafa de vinho da Madeira ao Papa”. O valor do contrato, de “3.500€+IVA”, foi apelidado de “obsceno” e “inacreditável” por utilizadores no Twitter.

A despesa pública é real?

Confirma-se, através de uma pesquisa no portal Base, que foi realizado, no dia 30 de junho, um contrato para a “aquisição de uma caixa de embutidos personalizada para oferta a Sua Santidade, o Papa Francisco”.

A entidade adjudicante é o Instituto do Vinho, do Bordado, Artesanato da Madeira (IVBAM) e a entidade adjudicatária é Susana Fernanda da Silva Ornelas, que surge numa lista de artesãos reconhecidos pelo instituto madeirense.

O contrato foi executado na modalidade de ajuste direto, com a justificação de “ausência de recursos próprios” por parte do IVBAM e, tal como se garante no tweet, tem o valor de 3.500 euros.

No caderno de encargos do procedimento por ajuste direto são descritas as especificações técnicas da peça. Trata-se de uma “caixa para garrafa de vinho estilo contemporâneo, com embutidos, técnica tradicional com abertura em cunha”. São apresentados dez detalhes estéticos, tais como o “interior forrado a madeira de cedro” e os “embutidos executados à mão, segundo técnicas ancestrais do embutido madeirense”.

Assim, confirma-se que a informação a circular no Twitter é verdadeira. Foi mesmo realizado um contrato público no valor de 3.500 euros relativo à execução de uma caixa de vinho para oferecer ao Papa Francisco a propósito da sua visita a Portugal na JMJ.

_____________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Em destaque