O Sporting Clube de Portugal (SCP) anunciou na semana passada a contratação de Rúben Amorim como novo treinador da principal equipa de futebol profissional (seniores masculinos), por um valor de cerca de 10 milhões de euros.

Na mesma altura surgiu nas redes sociais uma publicação na qual se compara os valores despendidos na contratação de Rúben Amorim e na construção do novo Pavilhão João Rocha, propriedade do mesmo clube e utilizado por diversas modalidades desportivas: "Pavilhão João Rocha: 9.621,557 €" e "Rúben Amorim: 10.000,000 €".

Esta publicação foi denunciada por vários utilizadores do Facebook como sendo falsa ou enganadora. Os valores estão corretos? Verificação de factos.

No dia 9 de maio de 2015, o SCP emitiu um comunicado a desfazer a ligação contratual que tinha com a empresa Somague por esta ter vindo posteriormente a "acrescentar valores adicionais ao valor fechado, alterar as condições contratuais estabelecidas e informar que 'não estavam reunidas as condições para a assinatura do contrato nos termos inicialmente negociados e subjacentes ao concurso efetuado'".

A empresa que ficara em segundo lugar no concurso, a Ferreira Build Power, acabou por ficar com a obra a seu encargo: "Tal informação, levou a que de imediato, no mesmo dia 7 de maio, em reunião extraordinária a Direção do Sporting Clube de Portugal tenha decidido por unanimidade: a) Dar procedimento à indicação da adjudicação da empreitada ao segundo concorrente Ferreira Build Power pelo valor global de 7.496.000,00 € no regime de preço global - chave na mão e incluindo todas as alterações propostas ao projeto que constituem uma clara mais valia".

O valor da obra fixou-se então em cerca de 7,5 milhões de euros, valor inferior ao que é indicado na publicação sob análise.

Quanto à mais recente contratação de Rúben Amorim , o SCP anunciou no dia 5 de março de 2020 que "chegou a acordo com a Sporting Clube de Braga – Futebol, SAD para a contratação dos treinadores Rúben Amorim, Adélio Cândido e Carlos Fernandes, pelo valor de 10.000.000,00 € (10 milhões de euros)".

Em suma, o valor indicado para a construção do Pavilhão João Rocha é impreciso, mas não deixa de ser verdade que a contratação do treinador Rúben Amorim foi mais cara. Aliás, o valor exato até reforça o argumento inerente à publicação.

***

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Verdadeiro: as principais alegações do conteúdo são factualmente precisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Verdadeiro" ou "Maioritariamente Verdadeiro" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network