A fotografia, aérea, que mostra um autêntico mar de gente, tem sido partilhada, sobretudo, no Facebook, e a legenda diz: «Não, isto não é Woodstock. Isto é um comício de Trump, ontem (20 de maio), na Pensilvânia». Antes de tudo, importa clarificar que Woodstock foi um festival de música que aconteceu numa numa única edição, em 1969, na cidade de Bethel, no estado de Nova Iorque, que contou com mais de 400 mil espectadores.

Uma das publicações que garante que a multidão é constituída por  apoiantes de Trump já foi partilhada mais de duas mil vezes. Porém, levanta algumas suspeitas de que a história pode estar mal contada. Por um lado, há a necessidade de, no post, afirmar que a imagem não pertence ao festival, como que se alguém já tivesse dado essa certeza; por outro lado, a fotografia é, a olhos vistos, uma imagem muito antiga, uma vez que, para além de ser granulada, tem pouca qualidade.

jimmy hendrix
Jimi Hendrix foi um dos músicos presentes do festival de Woodstock, em 1969 créditos: Pixabay

As dúvidas estão no ar, contudo o site de verificação de factos Snopes não demora muito a desfazê-las: a fotografia partilhada como a audiência do comício do presidente dos Estado Unidos mostra, na verdade, a assistência do festival de música de 1969, o Woodstock. A imagem original foi captada pelo fotógrafo Barry Z. Levine, no dia 15 de agosto daquele ano.

Ainda assim, nem tudo é mentira na publicação viral. Donald Trump esteve, de facto, num comício na Pensilvânia, não no dia 20 de maio, mas no dia anterior. A ouvi-lo teve milhares de pessoas, mas nada que se compare àquilo que aconteceu em Woodstock. O festival marcou a história dos Estados Unidos, e também a história dos festivais, não só pela quantidade de pessoas que conseguiu reunir, quase meio milhão, como pelo que significou na altura, um ícone da contracultura, onde atuaram 32 dos músicos mais conhecidos da época.

 Avaliação do Polígrafo:

Siga-nos na sua rede favorita.
Falso
International Fact-Checking Network