O primeiro jornal português
de Fact-Checking

Colocar alimentos quentes no frigorífico pode aumentar o consumo de eletricidade?

Sociedade
O que está em causa?
No TikTok estão a ser difundidos vários vídeos que desmontam a ideia de que colocar comida quente no frigorífico pode estragar o eletrodoméstico ou mesmo afetar a energia que este consome. Mas será que é verdade que introduzir um alimento quente dentro do frigorífico pode afetar o consumo de energia?

A maioria de nós já ouviu, a determinada altura, que não se deve colocar comida quente no frigorífico. “Deixa arrefecer primeiro” é um comentário que podemos ouvir quando estamos prestes a arrumar aquela refeição acabada de cozinhar, mas será que existe problema em colocar uma marmita ou panela de comida quente no frigorífico?

Do ponto de vista do consumo de energia, confirma-se que a introdução de alimentos quentes poderá afetar a quantidade de energia que o frigorífico consome uma vez que, para manter a mesma temperatura com um elemento quente no seu interior, terá de consumir mais energia.

Uma das dicas de poupança de energia da Deco Proteste, num artigo publicado em julho de 2022, é exatamente essa: “Evite colocar alimentos quentes no frigorífico e no congelador. Deixe a comida arrefecer.”

A empresa de comercialização de energia Luzboa sugere exatamente o mesmo “para evitar gastar mais energia que a necessária a arrefecer os alimentos”.

Há inclusive estudos que indicam que por para cada grau que a temperatura do frigorífico aumenta (e isso pode acontecer através da introdução de alimentos quentes ou apenas por manter a porta do eletrodoméstico aberta), o consumo de energia aumenta entre 2% e 8%.

Ainda assim, a recomendação de que não se deve colocar comida quente no frigorífico não é consensual entre países. As entidades do Reino Unido e da Austrália, por exemplo, desaconselham a colocação de alimentos quentes no frigorífico, já nos Estados Unidos essa recomendação é considerada um mito.

No caso português, a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) indica no documento com indicações sobre a “Temperatura de Colocação de Alimentos no Frigorífico” que “não se devem introduzir nos frigoríficos alimentos/bebidas a ferver”.

Aconselha-se ainda o arrefecimento prévio de alimentos ou bebidas que “pode ser feito colocando o recipiente (bem fechado) em gelo ou em água fria, ou pode ser feito à temperatura ambiente desde que esta seja suficientemente baixa para garantir que o alimento fica morno em pouco tempo”. Indica-se também que “o arrefecimento é mais rápido se os alimentos/bebidas se encontrarem em recipientes pequenos”.

______________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Fact checks mais recentes