"Afinal em Braga também há cidadãos de primeira e de segunda… Comunhão de um colégio privado de Braga. Depois venha dizer que a partir de 14 junho de nós, restauração, não vamos entrar na fase de desconfinamento. Uma vergonha", descreve-se no post de 3 de junho no Facebook, denunciado como sendo falso ou enganador.

Questionada pelo Polígrafo, fonte oficial da Câmara Municipal de Braga (CMB) confirma que se realizou, no dia 3 de junho, uma cerimónia de primeira comunhão no Estádio Municipal de Braga.

"A comunhão foi promovida pelo Colégio Dom Diogo de Sousa. Foi um evento de cariz privado, possível graça à cedência do espaço pelo Sporting Clube de Braga (entidade que gere o espaço), a que o Município não colocou impedimento, visto que a iniciativa contou com o parecer favorável da Unidade de Saúde Pública local", informa a CMB.

Por seu lado, também em resposta ao Polígrafo, fonte oficial do Colégio Dom Diogo de Sousa assegura que a realização da cerimónia "foi autorizada pelas autoridades de Saúde Pública e realizada cumprindo rigorosamente todas as condições de segurança".

"Cumpriram-se estritamente todas as normas de segurança. Foi elaborado um plano de contingência que se submeteu à Saúde Pública, através de comunicação escrita com data de 27 de maio de 2021, tendo a Unidade de Saúde Pública dado o seu aval, não se opondo, através de e-mail com data de 31 de maio", explica a mesma fonte.

Questionada pelo Polígrafo sobre esta matéria, a Unidade de Saúde Pública de Braga - ACES Cávado I confirma a aprovação do plano de contingência apresentado pela instituição de ensino privada para a realização do evento.

Quanto à fotografia que está a ser difundida nas redes sociais, fonte oficial do Colégio Dom Diogo de Sousa alega que terá sido captada a partir "de um ângulo e a um nível que induzem a uma clara ilusão sobre a concentração de pessoas, uma vez que não permite a visualização da dimensão em planta da bancada. Não permite, portanto, retirar qualquer conclusão séria".

Nesse sentido, o Colégio Dom Diogo de Sousa disponibilizou algumas fotografias com diferentes perspetivas:

De resto, sublinha que o evento "apenas decorreu num estádio por ser o único lugar em Braga onde se poderia realizar uma eucaristia ao ar livre com pessoas previamente sentadas em lugares afastados, cumprindo as condições de segurança que este período de desconfinamento impõe".

"Num estádio com lotação para 29.344 pessoas, sentámos 2.189 convidados a quem foi distribuído bilhete de entrada com lugar marcado, cuja ocupação foi monitorizada por assistentes", conclui.

Em suma, a fotografia do post em causa é autêntica e confirma-se a realização do evento, a 3 de junho, no Estádio Municipal de Braga. No entanto, há que ter em conta que a perspetiva dessa fotografia pode sugerir uma maior aglomeração de pessoas do que outras fotografias do mesmo evento, captadas a partir de diferentes ângulos. Também importa sublinhar que a realização do evento foi autorizada pelas autoridades de Saúde Pública, mediante um plano de contingência previamente aprovado.

__________________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebook, este conteúdo é:

Verdadeiro: as principais alegações do conteúdo são factualmente precisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Verdadeiro" ou "Maioritariamente Verdadeiro" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafo, este conteúdo é:

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro, mas...
International Fact-Checking Network