Winston Churchill, antigo primeiro-ministro britânico durante a II Guerra Mundial, entre 10 de maio de 1940 e 26 de julho de 1945 e, também, de 16 de outubro de 1951 a 5 de abril de 1955, foi um dos mais famosos estadistas mundiais e as citações dos seus pensamentos/palavras são ainda partilhados nos dias de hoje. Muitas vezes de forma deturpada ou mesmo apócrifa.

E são precisamente as suas palavras que estão em discussão, já que lhe é atribuída uma citação polémica em relação à fé islâmica. Circula pela Internet uma citação de Churchill sobre os muçulmanos, já com milhões de partilhas, a qual tem causado alguma polémica. A frase em causa é a seguinte, sob tradução livre: “Quando os muçulmanos estão em minoria estão muito preocupados com os direitos das minorias, quando estão em maioria, não há direitos das minorias”.

No entanto, a imagem com a frase que circula na Internet sobre os muçulmanos não está presente em nenhum livro, nem existe registo de que Churchill alguma vez a tenha proferido. Na realidade, esta frase começou a ser-lhe atribuída apenas em 2015, mas é também repetida em vários fóruns contra muçulmanos. Ao que é possível apurar, a imagem foi criada com o auxílio do programa informático Photoshop, colocando as alegadas palavras do político britânico ao lado de uma mulher usando um hijab (véu islâmico).

De facto, o antigo primeiro-ministro britânico era simultaneamente admirador e crítico dos muçulmanos. No seu livro de 1898, “The Story of the Malakand Field Force”, Churchill tem referências que se podem entender como pejorativas face a esta religião. “Todas as nações estão incitadas pelas armas. Por isso os turcos afugentam os inimigos, os árabes do Sudão destroem as praças britânicas, e a fronteira indiana cresce e espalha-se. Em cada caso a civilização está confrontada com o ‘Maomedismo’ militante (…) A religião da guerra está cara a cara com a da paz”.

Contudo, também tinha algum fascínio e admiração pelos muçulmanos, como está patente num livro de 1899, intitulado como “The River War”. Nele, o estadista que foi agraciado com o título de Sir (título concedido pelo monarca inglês a algumas personalidades por feitos que elevaram o país), escreveu que os muçulmanos “podem demonstrar qualidades esplêndidas. Milhares tornam-se os bravos e leais soldados da Rainha”.

Como tal, a classificação do Polígrafo é de…

Falso