O primeiro jornal português
de Fact-Checking

Chega obteve mais votos nas cidades com mais imigrantes?

Política
O que está em causa?
Desde a génese do partido liderado por André Ventura que o tema da imigração é um elemento central dos respetivos discurso e programa políticos. Com que efeito eleitoral nos concelhos onde o impacto da população estrangeira residente é mais acentuado?

De acordo com os dados compilados no último “Relatório Estatístico Anual – Indicadores de Integração de Imigrantes 2023” (pode consultar aqui) do Observatório das Migrações, os municípios onde a população estrangeira residente assumiu uma maior importância relativa face ao total de residentes no município em 2022 foram os seguintes:

Vila do Bispo – 42,2%

Odemira – 39%

Albufeira – 37,1%

Aljezur – 36,7%

Lagos – 36,3%

Nas eleições legislativas de 2024, o Chega conquistou 22,6% dos votos em Vila do Bispo (segunda posição, atrás do PS), 21,93% dos votos em Odemira (segunda posição, atrás do PS), 32,61% dos votos em Albufeira (primeira posição), 21,3% dos votos em Aljezur (segunda posição, atrás do PS) e

Ao nível nacional (ainda sem estarem contabilizados os votos dos círculos do Estrangeiro), o Chega obteve 18,6% dos votos, ficando na terceira posição (atrás da AD e do PS).

Nos municípios com maiores percentagens de população estrangeira residente, as votações no Chega foram sempre mais expressivas face à percentagem registada ao nível nacional. Também superou a AD em todos esses cinco municípios e foi mesmo o partido mais votado em Albufeira, onde superou até a fasquia de 30% dos votos.

______________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Em destaque