Na base da imagem surge a indicação de que se trata de uma "sondagem TSF/JN", mas o Polígrafo verificou que a mais recente sondagem da Aximage para a rádio TSF, "Jornal de Notícias" e "Diário de Notícias", divulgada no dia 28 de fevereiro de 2021, não apresentava intenções de voto nos partidos.

O inquérito baseava-se na avaliação de desempenho dos principais dirigentes políticos em Portugal, desde logo o primeiro-ministro António Costa e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. Focava-se também na avaliação da oposição e na escolha dass prioridades do Governo para 2021.

Não encontramos qualquer dado sobre intenções de voto diretas em partidos nessa última sondagem.

Por outro lado, na anterior sondagem da Aximage para a rádio TSF, "Jornal de Notícias" e "Diário de Notícias", divulgada no dia 26 de janeiro de 2021, o partido Chega alcançava 7,5% das intenções de voto em eleições legislativas. Ou seja, menos de metade do valor indicado na publicação sob análise.

Nesse barómetro, cujo trabalho de campo decorreu entre os dias 9 e 15 de janeiro de 2021, recolhendo um total de 1.183 entrevistas, o PS destacou-se na liderança com 39,9% das intenções de voto (mediante uma "estimativa de resultados eleitorais, com distribuição de indecisos"), seguindo-se o PSD com 26,6% e, a grande distância, o Chega com 7,5%, o Bloco de Esquerda com 7,2%, a CDU com 5%, o PAN com 3,5%, o Iniciativa Liberal com 3,5% e o CDS-PP com 0,8%.

Aliás, consultando o histórico de evolução das sondagens para eleições legislativas na página da Marktest, baseado em dados registados na Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), verificamos que o Chega nunca alcançou 18,7% das intenções de voto, nem sequer ultrapassou ainda a fasquia de 10%.

Pelo que concluímos que a publicação em causa está a reproduzir desinformação.

__________________________________________

Atualização: Entretanto, no dia 1 de março (após a publicação deste artigo) foi divulgado o mais recente barómetro da Aximage para a rádio TSF, "Jornal de Notícias" e "Diário de Notícias", atribuindo 6,5% das intenções de voto ao partido Chega em eleições legislativa, a grande distância do PSD, com 26,5%, e ultrapassado pelo Bloco de Esquerda, com 7,7%.

__________________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Falso: as principais alegações dos conteúdos são factualmente imprecisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Falso" ou "Maioritariamente Falso" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Siga-nos na sua rede favorita.
Falso
International Fact-Checking Network