"Informamos que não haverá consulta do dia (08:00h-13:00h), nem atendimento complementar (14:00-17:00) no período entre 02/09/2022 a 14/09/2022, por falta de elemento médico", lê-se no aviso que está a ser partilhado nas redes sociais desde 7 de setembro.

Na legenda da publicação em análise é identificada a instituição de saúde em causa, o Centro de Saúde do Vale do Cobro, na cidade de Setúbal. Alerta-se mesmo em tom irónico: "Estão todos proibidos de adoecerem durante este período".

Contactada pelo Polígrafo, fonte oficial da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT) garante que a nota informativa a circular online não passa, afinal, de um "erro administrativo", lamentando o sucedido.

"O médico prestador de serviços que assegurava as consultas do dia e o atendimento complementar ausentou-se para gozo de férias. De imediato, o Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) responsável procedeu à sua substituição, contratando outro médico prestador de serviços", informa a mesma fonte. E acrescenta que, assim, a continuidade dos cuidados médicos aos utentes ficou assegurada, de segunda a sexta-feira.

Além disso, aos sábados e domingos, o atendimento complementar neste estabelecimento de saúde "é assegurado por dois médicos do quadro do ACES entre as 10h00 e as 18h00", assinala.

Em suma, a prestação de cuidados de saúde aos utentes do Centro de Saúde do Vale do Cobro nunca deixou de estar assegurada, garante fonte oficial da ARSLVT. A nota de aviso a circular nas redes sociais é verdadeira, mas foi afixada devido a um erro administrativo.

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.
International Fact-Checking Network