O primeiro jornal português
de Fact-Checking

Carros da polícia estão a ser equipados com câmaras que multam de forma automática e que já estão em funcionamento?

Sociedade
O que está em causa?
Nas redes sociais está a ser partilhada uma suposta notícia em que se alega que os "carros da polícia estão a ser equipados com câmaras que multam de forma automática" sem que sejam fornecidos mais detalhes. Confirma-se?

Alega-se numa publicação de 12 de abril, partilhada no Facebook, que a polícia estará a equipar os respetivos veículos com câmaras que multam automaticamente os condutores.

Sem adiantar mais pormenores, levando a crer que se possa tratar de toda a polícia, o post remete para um artigo publicado um site que se caracteriza como “uma página de humor, curiosidades e entretenimento”, sendo que este adverte, na sua página de Facebook, que “alguns dos artigos presentes nesta página podem ter um propósito satírico/humorístico”.

A alegação tem fundamento?

É verdade que estes equipamentos deverão ser instalados no tejadilho dos carros da Polícia Municipal do Porto “para combater o estacionamento abusivo” na cidade, mas, para já, em apenas duas viaturas e sem estar ainda em funcionamento, como confirmou ao Polígrafo o Departamento de Comunicação da Câmara Municipal do Porto.

“A expectativa era o sistema estar a operar em março, mas continuamos a aguardar as necessárias ligações à Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR)”, informa o departamento. Essas ligações serão feitas entre os equipamentos – os radares móveis e câmaras – e a ANSR.

Além disso, a fiscalização será levada a cabo por veículos “operados por polícias” e “consistirá não na gravação de um vídeo, mas sim na recolha de um fotograma de uma matrícula”.

O departamento da CMP informa ainda que a “aquisição dos equipamentos foi verificada pela Comissão Nacional de Proteção de Dados” e as “câmaras vão ser testadas brevemente em ZAAC (Zonas de Acesso Automóvel Condicionado), em parqueamento de moradores”.

De acordo com informação publicada no site Porto.pt, produzido pelo Departamento Municipal de Comunicação e Promoção da Câmara Municipal do Porto (CMP), as “multas irão ser passadas através do registo fotográfico automático das matrículas das viaturas mal estacionadas”, mas “caberá ao agente da autoridade a emissão das coimas”.

Além de ser apresentada como uma medida de combate ao estacionamento indevido, destaca-se no site Porto.pt que “o novo software pretende, ainda, acabar com as multas em papel com as contraordenações a entrarem diretamente no sistema da polícia”.

______________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Em destaque