O texto, breve, é acompanhado por uma fotografia de uma rua da cidade em que está instalada uma das mencionadas iluminações, com as seguintes palavras sobrepostas, em letras garrafais: "Escândalo, 131.085,00 euros, três vezes mais que em 2019. Paga povo!"

Ovar Natal

Sendo assim, a publicação dá como certo que, em período de crise, o município liderado pelo social-democrata Salvador Malheiro gastou cerca 131 mil euros em iluminação de Natal, um valor que representa o triplo do dinheiro gasto para o mesmo efeito em 2019.

Será que a alegação tem correspondência com a realidade?

O Polígrafo consultou o portal Base, a página onde a administração pública está obrigada a registar todos os negócios superiores a 5 mil euros. Lá, é possível verificar que, em 2019, o município de Ovar celebrou um contrato por 40.650,00 euros, valor a que acresce IVA, com a finalidade de adquirir “serviços para a iluminação decorativa do Natal”.

Por outro lado, também no portal Base é possível confirmar que este ano, no dia 27 de Novembro, a Câmara fechou um negócio no valor de 131.085,00 euros, preço a que também acresce IVA, para a “aquisição de serviços de iluminação e instalação decorativa de Natal”. De facto, tal como alega o post, o valor em causa supera em três vezes aquilo que foi gasto, para o mesmo efeito, no ano de 2019.

Ao Polígrafo, a autarquia de Ovar, numa nota oficial, explica que, “em 2020, a Câmara Municipal de Ovar não contratou única e exclusivamente um serviço de iluminação de Natal, conforme anos anteriores, mas sim um serviço de iluminação e um serviço de instalação decorativa de Natal”.

Ao Polígrafo, a autarquia de Ovar, numa nota oficial, explica que, “em 2020, a Câmara Municipal de Ovar não contratou única e exclusivamente um serviço de iluminação de Natal, conforme anos anteriores, mas sim um serviço de iluminação e um serviço de instalação decorativa de Natal”.

A mesma nota detalha ainda que, este ano, “a iluminação de Natal representa uma despesa de 42.750,00 euros e a instalação decorativa 88.335,00 euros”. A informação prestada pelo município é confirmada pelo contrato correspondente ao negócio, publicado no portal Base.

ovar contrato

No seguimento desta mesma explicação, fonte oficial do município de Ovar remete para algumas fotografias publicadas na página oficial do município que ajudam a clarificar as estruturas decorativas que fizeram disparar o orçamento para o embelezamento das ruas na quadra natalícia. As imagens revelam instalações como um pai natal iluminado, um arco com luzes e até uma estrutura elétrica com a frase “Ovar, Feliz Natal”.

Em conclusão, é verdadeiro que, este ano, a Câmara de Ovar gastou cerca de 131 mil euros, mais do triplo do valor gasto em 2019, em iluminações de Natal para o município. É certo que o preço pago este ano além das luzes de Natal inclui outras decorações iluminadas. No entanto, este tipo de estruturas são designadas habitualmente como iluminação de Natal, o que torna verídica a alegação feita nas redes sociais.

__________________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Verdadeiro: as principais alegações do conteúdo são factualmente precisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Verdadeiro" ou "Maioritariamente Verdadeiro" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Assina a Pinóquio

Fica a par de todos os fact-checks com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Recebe os nossos alertas

Subscreve as notificações do Polígrafo e recebe todos os nossos fact-checks no momento!

Em nome da verdade

Segue o Polígrafo nas redes sociais. Pesquisa #jornalpoligrafo para encontrares as nossas publicações.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network