"Isto não é escandaloso, isto é criminoso! Câmara Municipal de Gaia gastou 10 mil euros para mandar fazer estes dois quadros", denuncia-se num tweet de 15 de setembro. O autor é Luís Filipe Duarte, coordenador do núcleo do Iniciativa Liberal em Gaia.

Em resposta à denúncia, houve mesmo quem classificasse as obras como "horrendas", dizendo que está "tudo errado" com as mesmas: "Um padre, crianças, um ser mítico do mundo fantástico da Bíblia, um político e Fátima, a mais antiga comic con deste país."

Mas será que estamos perante quadros autênticos? E o preço pago pela Câmara Municipal atingiu mesmo os 10 mil euros?

Ao Polígrafo, a Câmara Municipal de Gaia confirma que "solicitou ao artista António Bessa a produção de duas obras de arte (pintura) para assinalar a aprovação do concurso público para a ponte D. António Francisco dos Santos".

Esta infraestrutura, construída em parceria entre os Municípios de Vila Nova de Gaia e do Porto, vai ligar a marginal ribeirinha do Porto à zona de Quebrantões, em Gaia. Além disto, e remetendo para o significado das duas obras acima mencionadas, a ponto vai homenagear o antigo bispo da Diocese do Porto que lhe dá nome, António Francisco dos Santos, representado ao lado de Nossa Senhora de Fátima.

Por representar uma ligação entre as duas cidades, a autarquia de Vila Nova de Gaia decidiu que uma das obras encomendadas seria "oferecida institucionalmente à Câmara Municipal do Porto", contendo a figura de Rui Moreira.

Quanto à segunda pintura, onde está representado Eduardo Vítor Rodrigues, presidente da Câmara Municipal de Gaia, a mesma fonte explica que se esta encontra, "atualmente, na Casa-Museu Teixeira Lopes, em Vila Nova de Gaia, enriquecendo o espólio municipal e podendo ser conhecida pelo público".

No que respeita ao valor investido nestas duas obras, e consultando o portal Base, verifica-se que através do modelo de ajuste direto - justificado por "ausência de recursos próprios" - o Município de Gaia pagou, de facto, 10 mil euros ao conhecido "Mestre Bessa", que assim se tornou por ter pintado um retrato de Marcelo Rebelo de Sousa.

contrato

O que é certo é que, na altura, o artista fê-lo em troca de um abraço do Presidente, um pouco menos do que o montante agora cobrado ao município de Vila Nova de Gaia pela produção de dois quadros.

______________________________________

Avaliação do Polígrafo:

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network