"Bragança é, a partir de hoje (22 de julho), a cidade portuguesa mais próxima de uma estação de alta velocidade, passando a estar ainda mais perto de Madrid e do centro da Europa", destaca-se na publicação. "Com a entrada em funcionamento da estação de Sanabria AV (Alta Velocidade), a menos de 50 quilómetros de Bragança, a região tem, agora, 'uma grande oportunidade para o desenvolvimento do tecido empresarial e do turismo', salientou o presidente da Câmara Municipal de Bragança, Hernâni Dias, durante a cerimónia de inauguração presidida pela ministra espanhola dos Transportes, Mobilidade e Agenda Urbana, Raquel Sánchez Jiménez, e que contou, ainda, com a presença do presidente da Junta de Castilla y León, Alfonso Fernández Mañueco".

"Fica a faltar, no entanto, a construção de uma ligação rodoviária entre Bragança e Puebla de Sanabria capaz de servir, não só a região, como todo o Norte de Portugal. 'Esperamos que a via Bragança-Puebla de Sanabria seja uma realidade a curto espaço, de modo a eliminarmos este estrangulamento no território. Não se admite que pouco mais de 40 quilómetros demorem, atualmente, mais de uma hora a fazer', realçou o presidente da Câmara Municipal de Bragança'. Com quatro viagens, para cada lado, é possível, agora, chegar a Zamora em 25 minutos e a Madrid em menos de duas horas, a partir da estação de Sanabria AV", conclui-se.

A abertura da nova estação Sanabria AV, em Espanha, parte integrante da rede ferroviária de alta velocidade do país vizinho, foi noticiada esta semana por vários órgãos de comunicação social portugueses e espanhóis (pode ler aquiaqui ou aqui, entre outros exemplos). De facto, Bragança tornou-se assim a cidade portuguesa mais próxima dessa rede de alta velocidade (inexistente em Portugal), mais precisamente a cerca de 35 quilómetros da estação Sanabria AV que entrou em funcionamento no dia 23 de julho (tendo sido inagurada no dia anterior).

Em declarações ao jornal "Público", Hernâni Dias, presidente da Câmara Municipal de Bragança, considerou que esta é uma "grande oportunidade de desenvolvimento" que "coloca a cidade mais próxima do centro da Europa" e possibilitará a "captação de novos fluxos turísticos".

"O autarca aguarda agora a construção da estrada entre Bragança e Sanabria, que permitirá baixar o tempo da atual hora de viagem de carro necessária até à nova estação. Esta via, que promete acabar com as curvas e contra-curvas ao longo dos 48 quilómetros, está incluída no Plano de Recuperação e Resiliência para ser executada até 2026", informou o mesmo jornal. "Sobre uma eventual ligação em transporte público entre Bragança e a nova estação, Hernânia Dias admite que 'neste momento não está nada definido'. Ainda assim o autarca diz que 'faz sentido que o comboio chegue a Bragança também do lado português', esperando que, no Plano Nacional Ferroviário, 'se pense de forma muito séria naquilo que será a ligação de Bragança a Espanha'".

De facto, a ligação rodoviária entre Bragança e a nova estação Sanabria AVA é uma das quatro ligações transfronteiriças que constam do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). No plano global, o Estado português deverá gastar 65 milhões de euros nessas ligações com Espanha.

Através da plataforma Google Maps verifica-se que a viagem entre Bragança e a estação Sanabria AV só é possível através de estradas nacionais. Por causa disso, os cerca de 48 quilómetros de viagem são feitos em aproximadamente uma hora.

Conclui-se assim que a informação difundida no post é verdadeira.

__________________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebook, este conteúdo é:

Verdadeiro: as principais alegações do conteúdo são factualmente precisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Verdadeiro" ou "Maioritariamente Verdadeiro" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafo, este conteúdo é:

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network