“Hoje fiquei burro, como é que a ministra da Saúde e o MAI afirmam hoje assistir à vacinação do primeiro Bombeiro em Portugal e eu e muitos camaradas meus dos outros C. B. já vamos na segunda dose, será que Madeira não é Portugal? Alguém me pode explicar, se faz favor”, lê-se na publicação em causa.

Na imagem do post vê-se o comprovativo da toma de ambas as doses da vacina, colocado por cima de uma farda dos bombeiros. A primeira dose foi tomada no dia 19 de janeiro, enquanto a segunda foi exatamente três semanas depois, a 9 de fevereiro.

É verdade que os bombeiros da Região Autónoma da Madeira (RAM) começaram a ser vacinados em janeiro contra o SARS-CoV-2?

Contactada pelo Polígrafo, fonte oficial do Gabinete do Secretário Regional de Saúde e Proteção Civil da Região Autónoma da Madeira confirmou a data do início do processo no arquipélago, remetendo para um comunicado de 19 de janeiro no qual se informa que os “bombeiros iniciaram a vacinação contra a Covid-19 na RAM”.

Contactada pelo Polígrafo, fonte oficial do Gabinete do Secretário Regional de Saúde e Proteção Civil da Região Autónoma da Madeira confirmou a data do início do processo no arquipélago, remetendo para um comunicado de 19 de janeiro no qual se informa que os “bombeiros iniciaram a vacinação contra a Covid-19 na RAM”.

“No dia 19 janeiro, os profissionais da área da proteção civil identificados como prioritários no âmbito do Plano Regional de Vacinação COVID-19 foram vacinados contra a Covid-19. No total, foram 100 os bombeiros afetos aos diferentes Corpos de Bombeiros e Cruz Vermelha Portuguesa responsáveis pelo transporte de suspeitos e doentes Covid-19”, garante-se no comunicado.

O Gabinete do Secretário Regional de Saúde e Proteção Civil esclareceu, ao Polígrafo, que tem "mantido a vacinação dos bombeiros com alguma regularidade, de acordo com a disponibilidade de vacinas, e até à data já estão vacinados cerca de 50% dos bombeiros existentes na Região Autónoma da Madeira.”

É ainda explicado que “inclusive os bombeiros vacinados a 19 de janeiro já fizeram a segunda dose da vacina”, confirmando o que se vê no comprovativo.

A decisão de iniciar a vacinação contra a Covid-19 aos bombeiros foi do Governo Regional por considerar estes profissionais como prioritários na fase em que nos encontramos da vacinação”, sublinha o referido gabinete, o que explica a diferença temporal entre o início da vacinação das corporações de bombeiros da Madeira e as do continente.

“A decisão de iniciar a vacinação contra a Covid-19 aos bombeiros foi do Governo Regional por considerar estes profissionais como prioritários na fase em que nos encontramos da vacinação”, sublinha o referido gabinete, o que explica a diferença temporal entre o início da vacinação das corporações de bombeiros da Madeira e o continente.

No dia 11 de fevereiro, vários órgãos de comunicação social noticiaram a vacinação do primeiro bombeiro em Portugal Continental: Rui Rã da corporação da Amadora.

Em suma, é verdade que os bombeiros madeirenses começaram a ser vacinados mais cedo do que em Portugal Continental. Foi uma decisão do Governo Regional da Região Autónoma da Madeira, que considerou estes elementos prioritários na primeira fase de vacinação.

__________________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Verdadeiro: as principais alegações do conteúdo são factualmente precisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Verdadeiro" ou "Maioritariamente Verdadeiro" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network