A publicação em causa apresenta uma imagem em que se pode ver uma bengala com listas brancas e vermelhas. Na legenda indica-se que “quando um cego tem a sua bengala com fitas de cor vermelha, significa que além de ter dificuldades visuais, tem problemas auditivos”.

Bengalas cegos

Esta informação é verdadeira?

Questionada pelo Polígrafo a Associação de Cegos e Amblíopes de Portugal (ACAPO) confirma que sim.

“Internacionalmente, uma bengala branca e vermelha é um símbolo de surdo-cegueira”, informa a ACAPO. A bengala em questão tem faixas largas, horizontais, vermelhas e brancas, de forma intercalada, sinalizando assim que o portador da mesma tem dificuldades visuais e auditivas, tal como se alega na publicação.

No entanto, a ACAPO sublinha que também existe outro tipo de bengalas que podem ser confundidas com estas. “Existem bengalas brancas com apenas uma tira vermelha que é refletora. Não indica surdo-cegueira, simplesmente torna o utilizador mais visível à noite”, explica a referida associação, em resposta ao Polígrafo.

Exemplo de bengala com fita refletora.

Em suma, as bengalas com listas vermelhas e brancas significam realmente que a pessoa é cega e surda. Contudo, importa não confundir com as bengalas brancas que têm apenas uma fita refletora de cor vermelha, utilizadas para melhorar a visibilidade da pessoa em período noturno perante terceiros.

__________________________________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Verdadeiro: as principais alegações do conteúdo são factualmente precisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Verdadeiro" ou "Maioritariamente Verdadeiro" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network