O campeão entre os campeões. Um dos temas que mais anima as tertúlias de adeptos de futebol é, além das conquistas internas, fazer comparações entre os vencedores de títulos de campeões nacionais das ligas mais importantes do mundo. Numa altura em que já terminaram ou estão quase a acabar os campeonatos, as contas fazem-se a nível internacional e colocam uma equipa portuguesa em lugar de destaque.

Numa publicação colocada na rede social Facebook, diz-se que o Benfica é o clube com mais títulos nacionais conquistados (37), superando River Plate (36), Juventus (35), Ajax (34), Real Madrid (33), Bayern Munique (30), Galatasaray (22), Manchester United (20), Saint-Étienne (10) e Palmeiras (10). 

titulo campeão Benfica
créditos: Facebook

Estão estes números correctos e a equipa da Luz é mesmo o clube com mais títulos de campeão nacional nas Ligas mais importantes do mundo? Verificação de factos. 

Foi em 2018/19 que o Benfica conquistou o seu 37º campeonato nacional, em 86 edições da prova, uma caminhada que começou nos anos 30 do século passado. A primeira conquista, segundo dos dados da Federação Portuguesa de Futebol, aconteceu em 1935/1936. Até ao final dos anos 50, os “encarnados” conquistaram nove títulos.

A década de 60 foi a época “dourada” do Benfica: oito títulos de campeão nacional. Nos anos 70, foram conquistados mais seis, um deles (1972/21973) com os “encarnados” a terminarem a prova invictos. Nos anos 80, a equipa da Luz acrescentou mais cinco títulos ao palmarés, chegando depois a década de 90 em que conquistou apenas dois.

A década de 60 foi a época “dourada” do Benfica: oito títulos de campeão nacional. Nos anos 70, foram conquistados mais seis, um deles (1972/21973) com os “encarnados” a terminarem a prova invictos.

A “travessia no deserto” terminou apenas em 2004/2005. Depois desta conquista da equipa liderada por Trapattoni, o Benfica foi novamente campeão em 2009/10, 2013/14, 2014/15, 2015/16, 2016/17 e 2018/19. 

Na lista das equipas com mais títulos nacionais conquistados segue-se o River Plate. Os argentinos já conquistaram por 36 vezes as provas oficiais organizadas pela Associação do Futebol Argentino, que mudaram várias vezes de designação ao logo dos anos. O primeiro título foi em 1932 e o último na temporada de 2013/2014.

Em Itália, a equipa dominadora é a Juventus, onde atualmente joga Cristiano Ronaldo. A equipa de Turim já conquistou 35 títulos de campeã nacional, deixando a grande distância o Inter (18 triunfos). A Juve pode conquistar já esta quinta-feira, 22 de julho, o 36 título nacional - que será o novo consecutivo. 

Juventus

Os “bianconeri” podiam ter mais dois títulos de campeão nacional no seu palmares, mas as conquistas de 2005 e 2006 foram-lhes retiradas devido ao caso Calciopoli, um escândalo de corrupção relativo a resultados combinados que colocou a equipa de Juventus na segunda divisão italiana. 

Na publicação, os holandeses do Ajax aparecem como o quarto clube com mais títulos de campeão nacional conquistados: 34. No site oficial da liga holandesa, a equipa de Amesterdão aparece com 26 títulos nacionais conquistados. Os restantes títulos referem-se aos anos de competição não profissional (entre 1889-1954), como se explica no site da Federação Holandesa de Futebol, que apresenta a contabilização dos títulos até 2017.

Ajax

O último título conquistado pelo Ajax foi em 2018/19. Este ano, devido à pandemia de Covid-19, a liga holandesa foi cancelada, sem ser decretado um vencedor. 

Em Espanha, o Real Madrid é o líder dos campeonatos conquistados. A publicação no Facebook data de 16 de julho, mas nesse mesmo dia o palmares dos “merengues” cresceu, passando a equipa a ter 34 títulos em vez de 33, como se escreve. 

Real Madrid

O primeiro título do Real Madrid foi conquistado na temporada de 1931/32. Na década de 60, por exemplo, os “merengues” só não foram campeões em 1965/66 e 1969/70. 

A segunda equipa com mais títulos em Espanha é o Barcelona, 26 vezes campeão nacional.

O Bayern Munique aparece nesta publicação como tendo 30 títulos conquistados. Um valor que agrega um título antes da era Bundesliga, e os 29 títulos conquistados depois da prova ser oficial. A primeira temporada desta, como se recorda no site oficial da Liga alemã, que ainda não inclui a vitória desta época, aconteceu em 1963/1064. 

Igualmente correctos estão os 22 títulos de campeão da Turquia atribuídos ao Galatasaray, A equipa de Istambul conquistou o primeiro troféu em 1961/62 e foi campeã pela última vez em 2018/2019. 

Galatasaray

Em Inglaterra, o domínio é do Manchester United. O clube, onde agora atua o português Bruno Fernandes, conquistou 13 títulos desde que a prova se chama Premier League, o primeiro deles logo na temporada de 1992/1993 e o último em 2012/13.

Na publicação, atribuem-se 20 títulos de campeão ao clube de Manchester. Estes sete títulos em “falta” remetem para as temporadas anteriores às competições nacionais do futebol inglês antes do atual modelo. Como se pode ler no site dos “red devils”, o clube conquistou o primeiro troféu de campeão nacional em 1908, conquistando mais seis até à estreia da Premier League.

Manchester United

Dos 20 títulos nacionais que definem a hegemonia do Manchester United no futebol britânico passa-se para os 10 que colocam o Saint-Étienne como a equipa mais coroada de França. O primeiro título surgiu em 1957 e o último em 1981. O Marselha podia ter igualmente 10 títulos conquistados, mas o clube perdeu um campeonato devido a um escândalo de corrupção. 

E uma dezena é igualmente o número de troféus que colocam o Palmeiras como a equipa com mais títulos de campeão nacional no Brasil. Foi em 2018, após vencer o Vasco da Gama, que a equipa de São Paulo conquistou pela última vez a coroa de melhor equipa do Brasil.

Analisando os dados das principais ligas de futebol do mundo comprova-se que o Benfica é o clube com mais títulos nacionais conquistados, com “vantagem” de um troféu sobre o River Plate da Argentina.

________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Verdadeiro: as principais alegações do conteúdo são factualmente precisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Verdadeiro" ou "Maioritariamente Verdadeiro" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network