"Londres obriga a instalar um vidro extra para proteger os ciclistas que custa 3.000 euros. (…) Toda a indústria de acessórios já está a crescer em torno da proteção dos ciclistas. Isso é especialmente notável no Reino Unido, onde Londres está constantemente a introduzir novos requisitos. Não surpreendentemente, os novos modelos de camiões introduzem imediatamente essa janela adicional como equipamento-padrão", destaca-se no post de 7 de março.

"Estas 2.500 libras (3.000 euros) ainda é muito dinheiro, especialmente se tivermos que comprar essas janelas. Por exemplo, para uma frota de várias dezenas de camiões, e é exatamente isso que muitos transportadores britânicos têm de fazer, adicione radares e câmaras laterais, ou até mesmo alarmes sonoros que avisam sobre uma curva. Estas são as novas exigências de Londres", conclui-se no texto, partilhado por centenas de pessoas.

Contactado pelo Polígrafo, o "Transport for London", organismo que gere o sistema de transportes na Grande Londres, garante que não há qualquer obrigatoriedade de instalação de vidros ou janelas adicionais para melhorar a visibilidade dos camionistas em relação aos ciclistas. No entanto, a mesma entidade ressalva que existe um sistema de classificação de visibilidade para os camiões com mais de 12 toneladas.

Em resposta às perguntas do Polígrafo, fonte oficial do "Transport for London" esclarece que "todos os camiões com mais de 12 toneladas que circulam em Londres devem candidatar-se a uma classificação por estrelas para o seu veículo". Essa classificação, de zero a cinco estrelas, "avalia o quanto o motorista consegue ver diretamente da cabine do veículo".

"Os camiões classificados com zero estrelas não podem circular em Londres, a menos que instalem equipamentos especiais para tornar o veículo mais seguro", sublinha.

Tal como se pode constatar na página do "Transport for London", esses equipamentos especiais consistem na instalação de espelhos de classe V e VI, de um sistema de monitorização de câmaras totalmente operacional, de um sistema de sensores com alertas para o motorista, de um aviso sonoro de manobra do veículo para curvas à esquerda (ou curvas à direita, se o veículo for com volante à esquerda), bem como a existência de uma sinalização de aviso e uma proteção lateral inferior. Já os veículos classificados com uma a cinco estrelas, atualmente, "não precisam de instalar qualquer equipamento extra para circular em Londres".

O objetivo da medida passa por deixar de registar mortes e ferimentos graves na rede de transportes de Londres até 2041. As normas em vigor não determinam a obrigatoriedade de instalar um vidro ou janela adicional nos camiões para que os mesmos possam circular, pelo que o Polígrafo avalia como falsa a principal alegação do post sob análise.

___________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebook, este conteúdo é:

Falso: as principais alegações dos conteúdos são factualmente imprecisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Falso" ou "Maioritariamente Falso" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafo, este conteúdo é:

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.
Falso
International Fact-Checking Network