As várias publicações encontradas pelo Polígrafo no Facebook e no Twitter mostram sempre a mesma fotografia: um automóvel da marca BMW parcialmente submerso e um suposto autocolante no vidro traseiro que critica Greta Thunberg. Alguns posts acrescentam que "o karma é lixado" ou "a foto do ano", já outros simplesmente partilham a imagem.

A fotografia é autêntica?

Na realidade, a imagem foi manipulada para acrescentar a ofensa à ativista sueca e já foi denunciada como falsa mas continua a ser partilhada nas redes sociais, em vários idiomas.

A fotografia original foi tirada nos últimos dias durante as cheias na Alemanha, mas o automóvel não tinha qualquer autocolante. O fotógrafo David Young, da agência de notícias alemã DPA (Deutsche Presse-Agentur) confirmou à plataforma de fack checking do Globo que é o autor da imagem e que esta foi manipulada: "Sim, eu tirei a fotografia. Não havia autocolante da Greta no carro. Alguém achou que seria engraçado fazer uma piada".

O fotógrafo acrescentou ainda que a fotografia foi tirada na cidade de Erkrath, que faz parte da região administrativa de Düsseldorf, no estado da Renânia do Norte-Vestfália, na Alemanha. A imagem foi inclusive publicada no jornal Bild, num artigo sobre seguros e viaturas danificadas nas inundações.

As cheias dos últimos dias na Europa Central já provocaram pelo menos 183 mortos, a maioria na Alemanha (156). Há ainda milhares de pessoas desaparecidas e, além da Alemanha, foram atingidos os Países Baixos, Bélgica, Áustria e República Checa. Os danos materiais estão longe de estar contabilizados e há mesmo localidades que desapareceram por completo.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, afirmou na sexta-feira que este desastre natural deixa claro que é urgente tomarmos medidas fortes para mitigar os efeitos das alterações climáticas: "É [pela] intensidade e duração destes acontecimentos que a ciência nos diz que é uma indicação clara das alterações climáticas e que mostra a urgência em agir."

"Em algumas áreas, não víamos tanta chuva há 100 anos", afirmou Andreas Friedrich, um meteorologista alemão, em declarações à CNN. Em apenas 48 horas, caíram 148 litros de chuva por metro quadrado em algumas das zonas afetadas, um valor muito acida da média para todo o mês de julho que é de 80 litros por metro quadrado, indica o The Guardian.

Greta Thunberg, a visada da imagem manipulada, também já escreveu sobre os fenómenos climáticos das últimas semanas registados em vários pontos do mundo. "Ondas de calor mortais, inundações, incêndios, secas, colheitas destruídas. Este não é "o novo normal". Estamos no início de uma emergência climática e ecológica, e acontecimentos climáticos extremos vão ser cada vez mais frequentes", alertou a ativista sueca no Facebook.

__________________________________________

Nota editorial:este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebook, este conteúdo é:

Adulterado: conteúdos de imagem, áudio ou vídeo que tenham sido editados ou sintetizados para além dos ajustes de clareza ou qualidade de formas que podem induzir as pessoas em erro; esta definição inclui emendas, mas não excertos dos conteúdos multimédia ou a apresentação de conteúdos multimédia fora do contexto; ao abrigo dos nossos Padrões da Comunidade, também removemos determinados vídeos manipulados produzidos por inteligência artificial ou aprendizagem automática e que provavelmente induziriam uma pessoa comum a acreditar que o interveniente do vídeo proferiu palavras que realmente não disse.

Na escala de avaliação do Polígrafo, este conteúdo é:

Siga-nos na sua rede favorita.
Manipulado
International Fact-Checking Network