"A Câmara Municipal do Porto anunciou, esta sexta-feira, que vai proibir toda a atividade em salas de espetáculo da cidade e restringir os horários na noite de São João. Desta forma, não se vai poder realizar o espetáculo de Bruno Nogueira 'Deixem o pimba em paz', que já se encontrava esgotado", salienta-se na mensagem da publicação em causa.

"Parabéns ao presidente da Câmara do Porto. Responsabilidade e competência. O Nogueira que faça rir o artolas do primeiro-ministro e o catavento juntamente com o [Fernando] Medina que se estão cagando para o coronavírus e para as regras da Direção-Geral da Saúde", conclui-se.

Verdade ou falsidade?

Na verdade, o referido espetáculo não foi cancelado, mas sim reagendado para 48 horas depois.

"A primeira apresentação do espectáculo Deixem o Pimba em Paz, da autoria do humorista Bruno Nogueira e da música Manuela Azevedo, não vai poder realizar-se no Coliseu do Porto, depois de a Câmara Municipal ter apresentado uma lista de restrições para vários espaços durante a noite de São João", noticiou o jornal "Público", a 19 de junho. "Uma destas medidas implica o encerramento temporário das salas de espectáculo portuenses, que passarão a estar obrigatoriamente fechadas entre as 19h do dia 23 de junho e as 8h do dia 24. Esta decisão colide com o espectáculo do humorista Bruno Nogueira, agendado para o dia 23 de Junho às 21h. Os bilhetes disponibilizados para o espectáculo esgotaram em poucas horas, com a produtora a anunciar um novo espectáculo para o dia 24 de junho, que também já esgotou".

"A presidente do Coliseu Porto Ageas, Mónica Guerreiro, confirmou ao PÚBLICO que o espectáculo será reagendado para o dia 25 de junho, mantendo-se o horário inicialmente programado. Os bilhetes adquiridos para o dia 23 serão válidos para a nova data, sendo que os portadores de ingressos têm agora 48 horas para requisitar o reembolso, caso não desejem assistir ao espectáculo nesta nova data", informou-se na mesma notícia.

De resto, "Mónica Guerreiro explicou que estas restrições surgiram como uma surpresa para os organizadores do evento, adiantando que de acordo com as indicações impostas pelas autoridades de saúde a lotação do Coliseu foi reduzida para menos de metade. Na plateia que sentava três mil pessoas sobram agora 1.280 lugares, escolhidos para garantir as normas de distanciamento social".

______________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Falso: as principais alegações dos conteúdos são factualmente imprecisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Falso" ou "Maioritariamente Falso" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Falso
International Fact-Checking Network