Está a propagar-se nas redes sociais uma publicação que mostra uma suposta imagem de Ada Colau, autarca de Barcelona, a urinar no meio da rua como demonstração política. "Ada Colau, presidente da Câmara de Barcelona, de extrema-esquerda, tem um ato político... Levanta a saia, abre as pernas e urina na rua. Este é um dos exemplos do estado de absoluta degradação a que chegou, hoje, a política", lê-se na mensagem da publicação.

E prossegue: "Deixou de ser a discussão de ideologias. Deixou de ser a apresentação de projetos e propostas de atuação. Deixou de ser, em suma, governação. Passou a ser um conjunto, atabalhoado, de atitudes rascas... Propositadamente pensadas para chocar e provocar. Sem limites. Sem pudor. Chamam-lhe ato político... À falta de pensamento político.  À falta de projetos. À falta de propostas que tentem colmatar as necessidades dos cidadãos... À falta de sentido de missão... Sobrepõe-se, hoje, a elegia da estupidez!"

Esta imagem é autêntica? Confirma-se que a atual autarca de Barcelona "levantou a saia e urinou na rua" em demonstração política?

A imagem é autêntica mas não se trata de Ada Colau, logo a publicação em análise está a difundir uma falsidade.

Na verdade, a pessoa retratada na imagem dá pelo nome de Águeda Bañón, uma ativista e especialista em comunicação que, em meados de 2015, foi contratada para dirigir o departamento de comunicação da Câmara Municipal de Barcelona.

A contratação de Bañón por Colau gerou alguma controvérsia nessa altura, com o jornal "El País" a descrever a visada como uma "ativista pós-porno" e a recordar que, na década passada, tinha sido "uma das impulsionadoras do projeto 'Girls who like porno' [Raparigas que gostam de pornografia], um coletivo que questionou a indústria tradicional do 'porno' (...) e realizou vídeos, performances ou workshops de pornografia e feminismo em festivais de toda a Europa".

No artigo do jornal "El País" destaca-se a imagem em causa de Bañón, a urinar em plena Gran Vía de Murcia, no âmbito de uma performance do referido projeto. A imagem está agora a ser partilhada nas redes sociais como se a retratada fosse Colau, o que é claramente falso.

***

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Falso: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações “falso” ou “maioritariamente falso” nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Falso