“Mãe de três filhos - 10, 11 e 15 anos. Divorciada. Americana. Trinta anos de experiência como atriz em filmes. Com mobilidade e mais afável do que dizem os rumores. Quer um emprego estável em Hollywood. Referências a pedido.” Este é o anúncio alegadamente publicado num jornal pela atriz Bette Davis, nos anos 60, durante uma época em que a atriz estaria supostamente desempregada.

Este anúncio tem sido partilhado milhares de vezes ao longo dos anos nas redes sociais e há internautas a darem a atriz como um exemplo por ser uma mestre na arte do “desenrascanço”.

Mas é verdade que o desemprego levou Bette Davis a pôr um anúncio no jornal?

Não. De facto, nos anos 60, a atriz Bette Davis decidiu colocar este anúncio no jornal Hollywood Reporter, mas tudo não passou de uma sátira, uma provocação e, de certa forma, uma manobra publicitária que levantou alguma polémica na altura.

Quem o afirma é a própria atriz na sua autobiografia “The Lonely Life” (A Vida Solitária, em português), referindo que o anúncio era uma crítica aos financiadores da indústria cinematográfica.

“Houve uma grande objeção de todos em relação ao meu anúncio. Aqueles que faziam parte da minha vida profissional acharam-no muito tolo. Também foi mal interpretado. Se eu não estivesse empregada na altura, nunca o teria feito. Eu fi-lo para gozar com os financiadores e com a sua lista de quem não era financiável. Se não tivéssemos permissão para fazer filmes, como é que eles saberiam se éramos ou não financiáveis?", escreveu.

No mesmo livro, a estrela de Hollywood esclareceu que o anúncio foi publicado na mesma altura em que estava a gravar o filme “What Ever Happened to Baby Jane?”, que lhe valeu a nomeação para o Óscar de Melhor Atriz em 1963.

Em suma, o anúncio é autêntico, mas não foi publicado numa altura em que a atriz estava desempregada.

_________________________________

Avaliação do Polígrafo:

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.
Falso
International Fact-Checking Network