"Até julho houve menos 440 mil consultas de especialidades nos hospitais e menos 99 mil cirurgias", destaca-se na mensagem da publicação em causa, a qual acumula já centenas de partilhas no Facebook.

Em comentário associado, o autor questiona: "Quais foram as consequências na saúde dos portugueses?"

Os números evocados são verdadeiros?

Até julho de 2020 registaram-se 1.663.079 primeiras consultas de especialidades, de acordo com os dados compilados no Portal da Transparência do SNS.

Em comparação com o período homólogo de 2019, no qual foram realizadas 2.103.486 primeiras consultas de especialidades, verifica-se um decréscimo de 440.407 consultas.

Ou seja, o primeiro número evocado na publicação está correto.

Por sua vez, as intervenções cirúrgicas nos cuidados de saúde hospitalares realizadas no primeiro semestre de 2020 também sofreram uma quebra acentuada em comparação com o período homólogo do ano anterior.

De acordo com uma análise sobre o impacto da pandemia de Covid-19 no acesso a cuidados de saúde, promovida pela Ordem dos Médicos e pela Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares, as cirurgias programadas decresceram em 27% e as cirurgias urgentes em 10%.

No conjunto dos dois tipos de cirurgia afere-se que houve uma diminuição de 99 mil intervenções.

Confirma-se assim o segundo valor evocado na publicação sob análise, registado igualmente no Portal da Transparência do SNS.

Mais, verifica-se uma quebra na percentagem de utentes em Lista de Inscritos em Cirurgia (LIC) com tempo de espera inferior ao Tempo Máximo de Resposta Garantida (TMRG). Este valor baixou de 81% entre janeiro e julho de 2019 para 73% no mesmo período de 2020.

______________________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Verdadeiro: as principais alegações do conteúdo são factualmente precisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Verdadeiro" ou "Maioritariamente Verdadeiro" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network