"As exportações portuguesas de bens cresceram 31,2% no 2.º trimestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado", lê-se no post de 28 de julho na página oficial do PS no Facebook, apontando para "dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística". Que dados são esses?

De acordo com o mais recente boletim de "Estatísticas do Comércio Internacional - Estimativa Rápida" (pode consultar aqui) do Instituto Nacional de Estatística (INE), publicado no dia 28 de julho de 2022, "no 2.º trimestre de 2022 (...) as exportações e as importações de bens aumentaram 31,2% e 39,4%, respetivamente, em relação ao mesmo período de 2021. Comparando com o 2.º trimestre de 2020, registaram-se acréscimos de 95,5% nas exportações e 108,3% nas importações. Face ao 2.º trimestre de 2019, os aumentos foram de 35,1% e 36,8%, pela mesma ordem. No 1.º trimestre de 2022, as taxas de variação homóloga foram +18,0% e +36,8%, respetivamente".

"A estimativa rápida relativa ao 2.º trimestre de 2022, aponta para aumentos de 31,2% nas exportações e 39,4% nas importações, em relação ao mesmo período de 2021 (+95,5% e +108,3% face ao 2.º trimestre de 2020; +35,1% e +36,8% comparando com o 2.º trimestre de 2019, respetivamente). No 1.º trimestre de 2022, as exportações aumentaram 18,0% e as importações cresceram 36,8%", informa o INE.

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.
International Fact-Checking Network