"Despacho de nomeação do gabinete do partido Chega. Com um deputado tem seis funcionários. A próxima vez que o Ventura vier falar de despesismo do erário público façam-me o favor de lhe perguntar por isto", escreveu Rui Monteiro na publicação em causa, denunciada por vários utilizadores do Facebook como sendo falsa ou enganadora.

É verdade que André Ventura, deputado e líder do partido Chega, nomeou seis funcionários para o seu gabinete de apoio no Parlamento?

Sim, as seis nomeações foram formalizadas no âmbito do Despacho (extrato) Nº 11133/2019, publicado em "Diário da República" no dia 28 de novembro de 2019.

"Nomeação de funcionários para o gabinete de apoio do deputado único representante do partido Chega, André Ventura, para a XIV Legislatura", indica-se no sumário do documento.

"Por despacho de 31 de outubro de 2019, do deputado único representante do partido Chega, André Ventura, nos termos do n.º 6 do artigo 46.º da Lei de Organização e Funcionamento dos Serviços da Assembleia da República, republicada pela Lei n.º 28/2003, de 30 de julho, são nomeados, com efeitos a partir do dia 25 de outubro de 2019", os seguintes funcionários:

Chefe de Gabinete

Nuno Manuel Pinto Afonso

Assessores

Diogo Velez Mouta Pacheco de Amorim

Manuel José Cardoso Matias

Rodrigo Santos Alves Taxa

Assessora de comunicação

Patrícia Alexandra Martins de Carvalho - inicia funções no dia 2 de dezembro de 2019

Administrativa

Filipa Isabel Lucas Caeiro Lourinho

A publicação em análise é verdadeira. Importa salientar que a nomeação de funcionários para os gabinetes dos partidos com representação na Assembleia da República é uma prática corrente e prevista e regulamentada na Lei de Organização e Funcionamento dos Serviços da Assembleia da República (LOFAR).

***

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Verdadeiro: as principais alegações do conteúdo são factualmente precisas. Geralmente, esta opção corresponde às classificações "Verdadeiro" ou "Maioritariamente verdadeiro" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Verdadeiro
International Fact-Checking Network