O primeiro jornal português
de Fact-Checking

André Ventura: “Há 30 anos os polícias ganhavam mais do dobro do salário mínimo nacional”

Política
O que está em causa?
Enquanto dezenas de polícias ainda esperavam, à porta da Assembleia da República, por entrar no Parlamento para ouvir a discussão sobre as forças de segurança, marcada pelo Chega para ontem à tarde, André Ventura abria o debate com dados sobre os seus salários. Nomeadamente que os polícias ganhavam, há 30 anos, mais do dobro do salário mínimo nacional de então. É verdade?
© Tiago Petinga/Lusa

No debate de ontem à tarde na Assembleia da República, depois de se discutirem os novos métodos de controlo das intervenções dos deputados, André Ventura, na abertura da discussão dos projetos de lei e de resolução do seu partido sobre legislação na área das forças de segurança, afirmou que os polícias portugueses são mesmo “dos mais mal pagos da Europa” e que vivem uma “humilhação persistente de, há 30 anos, ganharem mais do que o dobro do salário mínimo e de, hoje, terem o salário base praticamente igual ao salário mínimo”.

“É uma vergonha”, disse Ventura, mas é também verdade?

Sim. Já em janeiro deste ano, numa semana de protestos silenciosos, Armando Ferreira, presidente do Sindicato Nacional da Polícia, afirmou à CNN Portugal o seguinte: “Há 30 anos, quando entrei para a polícia, recebia 520 euros, mais do dobro do SMN, que era à data 240 euros. O ordenado base de um polícia hoje é de 907 euros. O SMN é hoje 820 euros. Ou seja, em 30 anos, o salário médio de um polícia em início de carreira só subiu 400 euros.”

Ao Polígrafo, Bruno Pereira, presidente do Sindicato Nacional de Oficiais de Polícia e porta-voz da Plataforma de Sindicatos da PSP e Associações da GNR, enviou uma tabela que comprova que em 1999 (e não há 30 anos), a remuneração mínima mais o Suplemento de Serviço das Forças de Segurança (SSFS) equivalia a 659,79 euros, ao passo que o salário mínimo nacional se cifrava nos 305,80 euros (para a conversão recorremos a este simulador)

Em 2022, no entanto, mostra a tabela do Sindicato, um agente da PSP recebia um total de 1070 euros (com SSFS), sendo o salário mínimo nacional, nesse ano, de 705 euros.

Em suma, André Ventura tem razão quando diz que os polícias ganhavam mais do dobro do salário mínimo “há 30 anos”, ainda que a tabela do sindicato recue apenas até 1999.

______________________________

Avaliação do Polígrafo:

Partilhe este artigo
Facebook
Twitter
WhatsApp
LinkedIn

Relacionados

Em destaque