O apresentador do ‘Alta Definição’, Daniel Oliveira, chamou Filipe Matos de ‘irresponsável’ e afirmou ao vivo que ‘informações financeiras dessa magnitude podem abalar os alicerces da sociedade portuguesa’”, lê-se numa publicação, partilhada a 1 de novembro, na rede social Facebook.

O “post” remete para um site com um grafismo em tudo semelhante ao do “Correio da Manhã” - mais concretamente para uma notícia, alegadamente assinada pela agência Lusa, com o título: “O ator Filipe Matos arrisca-se a receber uma severa sentença criminal”.

Tudo isto porque o ator teria revelado “acidentalmente”, “em direto”, o segredo para conseguir “ser rico”. Em causa estaria a plataforma “Immediate Avage 360” - para a qual se remete através de várias hiperligações ao longo do artigo -, descrita como a “solução 100% perfeita para quem quer enriquecer rapidamente”. 

Mais, o artigo apresenta ainda uma transcrição da suposta conversa entre ambos, oferecendo uma descrição mais detalhada sobre as funcionalidades da plataforma: “Baseia-se numa inteligência artificial com auto-aprendizagem que negoceia criptomoeda em vez de si.”

Esta história tem algum fundamento?

É verdade que Filipe Matos deu, em maio passado, uma entrevista ao “Alta Definição” de Daniel Oliveira, como pode ver na página oficial da SIC. Porém, tudo o resto é mentira: nem o apresentador chamou o ator de “irresponsável”, nem este “revelou acidentalmente” o referido “segredo no programa”.

Até porque, olhando para o endereço do site (iniciado por https://place.explosivewave.com/) onde se aborda o alegado insulto de Daniel Oliveira a Filipe Matos, constata-se que nada tem a ver com a da plataforma digital do “Correio da Manhã”. Além disso, não existem quaisquer registos em órgãos de comunicação social nacionais que sustentem a alegação de que o incidente tenha efetivamente ocorrido.

Ao Polígrafo, a Hit Management, agência de talentos que representa Filipe Matos, reforçou essa mesma tese, explicando que o ator nega “veementemente, a veracidade de qualquer informação, falsamente divulgada através das redes sociais, pelo referido site”.

Importa ainda notar que estamos perante um esquema fraudulento para apelar ao investimento em criptomoedas, à semelhança de vários já anteriormente destacados pelo Polígrafo e que recorreram ao nome de outras figuras públicas - como Paulo Portas, José Neves e José Carlos Malato. Basicamente, o mecanismo de atuação do “Immediate Avage 360” não diverge grandemente dos restantes: através de um caso paradigmático de alegado sucesso tenta levar potenciais investidores ao engano.

____________________________

Avaliação do Polígrafo:

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.