"Sou agricultor, isto é um Airbus A380. Este avião carrega 33 mil litros de combustível, o suficiente para se manter no ar um dia. É o mesmo que necessita o meu campo de 65 hectares para funcionar durante 50 anos a produzir 75 milhões de frutos e um milhão de porcos. Mas quem contamina sou eu", destaca-se na mensagem (em língua espanhola, tradução livre) que acompanha a imagem de uma aeronave do modelo Airbus A380.

"Os ativismos climáticos explicados aos burros. A ver se entendem de uma vez por todas", comenta-se numa das partilhas em língua portuguesa.

De acordo com a informação divulgada na página da Airbus, uma aeronave do modelo A380 tem uma capacidade máxima para 323.546 litros de combustível, um valor bastante superior ao indicado na publicação sob análise.

Questionado pelo Polígrafo sobre esta matéria, Jorge Silva, coordenador de mobilidade do Departamento de Ciências Aeroespaciais da Universidade da Beira Interior, começa por explicar que "a capacidade total de uma aeronave é diferente do uso diário" e a quantidade de combustível a utilizar está dependente de um "compromisso entre o que a aeronave pode levar a bordo e a carga que nela pode levar".

Imaginando uma viagem entre São Paulo (Brasil) e Paris (França), se a aeronave for vazia isto implicaria um gasto de 113 mil litros, calcula Jorge Silva. Mas se fosse com 470 passageiros sem bagagem gastaria "mais 15%, ou seja, 130 mil litros". Feitas as contas, resultaria num gasto de cerca de 260 litros por passageiro.

Tendo em conta que uma viagem entre estes dois pontos teria uma duração de cerca de 11 horas, se fizermos ida e volta, teríamos uma aeronave no ar durante um dia. No total, à razão de 470 passageiros sem bagagem, o avião consumiria cerca de 260 mil litros de combustível.

Jorge Silva diz que é possível gastar mais de 300 mil litros de combustível num dia com um Airbus A380 e sublinha que um avião deste modelo "só é rentável com a carga completa".

O facto de poder consumir esta quantidade não significa que esteja com a capacidade máxima de combustível no início do dia, até porque isso acrescenta peso à aeronave, ressalva. O que pode acontecer é o avião partir de um ponto com uma quantidade de combustível e, ao chegar a outro ponto, reabasteça.

Portanto, o gasto de combustível de uma aeronave deste porte é pensado ao detalhe, visto que estão em equação vários fatores como a carga, número de passageiros ou a distância a percorrer.

Em conclusão, uma aeronave do modelo Airbus A380, em geral, não consome 33 mil litros de combustível por dia. Normalmente estes aviões são utilizados em viagens de longo curso e com a carga o mais completa possível, de forma a serem rentáveis para as companhias aéreas que os operam. Pelo que o consumo de combustível atinge níveis substancialmente mais elevados.

___________________________

Avaliação do Polígrafo:

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.
Falso
International Fact-Checking Network