"O que dá mais de meio diretor por comboio. Consta ainda que todos os diretores se fazem transportar de automóvel (de serviço)", acrescenta o autor da publicação que está a circular nas redes sociais.

Estes números e contas têm sustentação factual?

Questionada pelo Polígrafo, fonte oficial da CP desmente as alegações do post em causa. "A estrutura de recursos humanos da CP conta com mais de 3.700 trabalhadores, dos quais 38 têm categoria de diretor, o que corresponde a cerca de um diretor por cada 100 trabalhadores", sublinha.

O número de veículos da CP também não está correto. Na resposta ao Polígrafo, a empresa pública informa que "relativamente ao parque operacional de material circulante da CP, é constituído por mais de 1.100 veículos ferroviários, a saber:

  • 43 locomotivas;
  • 197 automotoras elétricas, que são múltiplas, isto é, constituídas por vários veículos, totalizando 738 veículos;
  • 54 automotoras diesel, que são múltiplas, isto é, constituídas por vários veículos, totalizando 128 veículos;
  • 192 carruagens de passageiros, tracionadas pelas locomotivas referidas acima".

A mesma fonte salienta que "a CP é o maior operador de transporte terrestre de passageiros em Portugal, com uma operação desenvolvida 24 horas por dia e 365 dias por ano. A média diária de comboios realizados por dia útil é superior a 1.300, percorrendo mais de 2.170 km de linhas ferroviárias de norte a sul do país".

De resto, a informação sobre a estrutura da empresa ferroviária "está disponível no seu site, respeitando, naturalmente, a legislação em vigor, nomeadamente no que se refere ao RGPD (Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados)".

Quanto às recentes notícias dando conta de "124 nomeações, entre dirigentes de 1º e 2º nível", na sequência do processo de fusão entre a CP e a Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário (EMEF), fonte oficial da CP esclarece: "Na altura em que saíram estas noticias, estava em curso o processo de reestruturação e fusão CP/EMEF que foi um dos principais motivos para a reestruturação, de forma poder juntar as duas empresas em uma só. E, nessa sequência, concluiu-se a reestruturação que resultou na atual estrutura da empresa".

Como tal, na medida em que a CP tem apenas 38 diretores e um total de 1.100 veículos ferroviários, classificamos a informação difundida no post como falsa.

__________________________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking (verificação de factos) com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Falso: as principais alegações dos conteúdos são factualmente imprecisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações "Falso" ou "Maioritariamente Falso" nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Assine a Pinóquio

Fique a par dos nossos fact checks mais lidos com a newsletter semanal do Polígrafo.
Subscrever

Receba os nossos alertas

Subscreva as notificações do Polígrafo e receba os nossos fact checks no momento!

Em nome da verdade

Siga o Polígrafo nas redes sociais. Pesquise #jornalpoligrafo para encontrar as nossas publicações.
Falso
International Fact-Checking Network