"Todos os vírus vêm da China! Coincidência ou tudo planeado?", questiona-se na publicação em causa. "2006: Grive viária; 2010: Gripe suína; 2013: H1N1; 2020: Coronavírus", justifica-se.

Mas será verdade?

NãoA gripe das aves ou gripe aviária (erroneamente identificada na publicação como "gripe viária") é originada pelo vírus H5N1 e teve Hong Kong como epicentro no ano de 1997. Voltou a surgir em 2003 e calcula-se que nesse ano tenham morrido cerca de 400 pessoas. A gripe suína, também conhecida como gripe A, é causada pelo vírus H1N1. O vírus foi inicialmente detetado no México, em 2009, e propagou-se mundialmente. Contabilizaram-se cerca de 18 mil mortes. Na publicação distingue-se, de forma errada, o vírus que dá origem à gripe suína (H1N1) da própria gripe suína (doença).

Em relação à peste suína africana (no meme obliterou-se a palavra "africana"), tal como o nome indica, teve origem no continente africano, mais especificamente na região da África Subsariana. A doença é causada por um vírus da família asfarviridae. Apenas se transmite entre porcos e javalis e tem sido observada desde o século XX.

Covid-19 foi primeiramente identificada no mercado de Wuhan, China, em dezembro de 2019. Foi responsável, à data de hoje, pela morte de mais de 480 mil pessoas.

Em suma, para além de as datas não estarem corretas, não é verdade que as epidemias indicadas na publicação tenham sido todas iniciadas na China.

________________________

Nota editorial: este conteúdo foi selecionado pelo Polígrafo no âmbito de uma parceria de fact-checking com o Facebook, destinada a avaliar a veracidade das informações que circulam nessa rede social.

Na escala de avaliação do Facebookeste conteúdo é:

Falso: as principais alegações do conteúdo são factualmente imprecisas; geralmente, esta opção corresponde às classificações “Falso” ou “Maioritariamente Falso” nos sites de verificadores de factos.

Na escala de avaliação do Polígrafoeste conteúdo é:

Notificações

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.
Falso
International Fact-Checking Network