Entre taxas e taxinhas, a TAEG (Taxa Anual de Encargos Efectiva Global) é o melhor indicador para comparar custos do crédito à habitação entre instituições. Esta taxa junta todos os custos anuais relativos ao crédito à habitação incluindo juros, impostos, ou comissões.

A TAEG permite assim ao cliente comparar os custos de um crédito à habitação entre diferentes bancos, pois demonstra ao cliente qual o custo anual do empréstimo, em percentagem face ao valor emprestado.

No entanto, para esta comparação ser realmente eficaz é importante que quatro indicadores sejam idênticos: o valor do empréstimo, o seu prazo, a avaliação da habitação e a taxa Euribor.

 Outra taxa referenciada na contratação de um crédito à habitação é a TAN (Taxa Anual Nominal) que diz respeito ao spread acrescido da respectiva taxa Euribor e indica o custo associado aos juros do empréstimo. É de destacar que a TAN está incluída na TAEG.

No caso de querer comparar os valores totais a pagar por um empréstimo, pode sempre recorrer ao MTIC (Montante Total Imputado ao Consumidor), que corresponde ao valor total que o cliente vai pagar até ao final do empréstimo pelo crédito à habitação e respectivos custos: juros, comissões, impostos, entre outros custos.